Livre_do_ponto

________________________________ \” apenas aqueles que sabem são verdadeiramente livres \”

Diário de Bordo – De afinal valer a pena

Posted by LMML em Abril 22, 2008

.

.

22.Abril.2008 – Terça-Feira – 23.51 h.

.

Preâmbulo: Um dia antes da abertura do concurso de afectação realizado em Agosto do ano passado, após cinco extenuantes mas enriquecedores anos passados aqui,  fui informado primeiro por sms depois, mais tarde, por telemóvel que teria de ser opositor ao mesmo, dado não ter componente lectiva prevista para o corrente ano. Em resultado desse concurso e umas semanas depois mudei os meus tarecos para aqui. Apesar de nunca ter sido lá aluno esta Escola fazia parte do meu ideário infanto-juvenil… por terem lá andado grandes amigos meus… por passar por ela quase todos os dias… por conhecer de nome e fama alguns professores… por tudo isto e muito mais, mesmo antes de ter lá entrado nesses primeiros dias de Setembro… já sentia a Escola quase como minha. Fui extremamente bem recebido e, agora, não me sinto corpo estranho e a cada dia que passa as raízes vão buscando solo mais profundo.

.

Desde o início do ano lectivo, e depois de ter percebido quais as prioridades a sublinhar no trabalho com a minha direcção de turma, tenho procurado levar a cabo um conjunto de actividades/tarefas/iniciativas com o 6E tendo como principal objectivo que eles funcionassem cada vez mais como grupo em trabalho colaborativo, participativo, no respeito pela diferença e na procura da melhoria individual. Essas actividades/tarefas/iniciativas têm-se pautado pelas mais diversas abordagens… não irei gastar aqui linhas a enumerá-las… no entanto a minha preocupação, para além do óbvio sucesso escolar, tem sido tentar que eles percebam a importância da auto e hetero crítica construtiva, a importância de analisar o ambiente que nos rodeia, de perceber as implicações de contexto, de estabelecer constantemente aspectos individuais a melhorar ou reforçar e da fulcral necessidade de fazer-se a apologia do trabalho árduo e esforço dedicado na superação das dificuldades/objectivos…

.

Até agora fui pensando que muitas das horas passadas nestas andanças pouco resultado visível tinham. Até hoje!

.

Estava quase na hora da abaladiça depois de mais um dia de aulas… fazendo tempo para que as 18.30 chegassem para poder ir buscar o meu garoto ao infantário e levá-lo para o karate [com ele adora aquilo… aliás foi por causa do karate que o meu filho fixou os primeiros dias da semana… terças e quintas… e não falha]. Estava já de mala aviada quando ouvi, em passagem pela sala de DT’s, três colegas falando sobre a minha DT – naqueles pequenos balanços diários comuns – . Chamaram-me… após alguns minutos de conversa uma das professoras da minha DT disse então esta, para mim, preciosa pérola:

– Sabes, não sei o que tens andando a fazer com eles… mas nos últimos tempos tenho sentido que eles andam diferentes… mais…. mais – procurava a palavra mais apropriada e num rasgo de assertividade disse –  estão mais reflexivos!

e continuou durante mais alguns minutos… dando exemplos concretos e sublinhando o crescimento cognitivo dos gaiatos… explicando o porquê de ter escolhido aquela palavra…

.

sinceramente… pouco mais ouvi depois de ‘reflexivos’… na minha cabeça só ecoava a ideia de que afinal

.

tem valido a pena…

.

.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: