Livre_do_ponto

________________________________ \” apenas aqueles que sabem são verdadeiramente livres \”

Archive for the ‘Diário de Bordo’ Category

Diário de Bordo- Já é dia…

Posted by LMML em Abril 29, 2008

.

.

29.Abril.2008 – Terça-Feira – 11.40 h.

.

Há precisamente cinco anos atrás estava eu às voltas numa sala de espera de hospital esperando que tu chegasses…

.

Ontem ao deitar conversamos sobre o quão especial este dia era para ti e para nós. Acredito que adormeceste sonhando com coisas bonitas.

.

Esta manhã, como é teu hábito, acordaste com aquela tua frase… mas hoje dita com maior alegria e entusiasmo e acrescentando a lembrança, como se fosse possível nós esquecermo-nos:

.

.

"Já é dia…!

Hoje faço anos!"

.

.

.

.

Posted in a despropósito, Diário de Bordo | 2 Comments »

Diário de Bordo – De afinal valer a pena

Posted by LMML em Abril 22, 2008

.

.

22.Abril.2008 – Terça-Feira – 23.51 h.

.

Preâmbulo: Um dia antes da abertura do concurso de afectação realizado em Agosto do ano passado, após cinco extenuantes mas enriquecedores anos passados aqui,  fui informado primeiro por sms depois, mais tarde, por telemóvel que teria de ser opositor ao mesmo, dado não ter componente lectiva prevista para o corrente ano. Em resultado desse concurso e umas semanas depois mudei os meus tarecos para aqui. Apesar de nunca ter sido lá aluno esta Escola fazia parte do meu ideário infanto-juvenil… por terem lá andado grandes amigos meus… por passar por ela quase todos os dias… por conhecer de nome e fama alguns professores… por tudo isto e muito mais, mesmo antes de ter lá entrado nesses primeiros dias de Setembro… já sentia a Escola quase como minha. Fui extremamente bem recebido e, agora, não me sinto corpo estranho e a cada dia que passa as raízes vão buscando solo mais profundo.

.

Desde o início do ano lectivo, e depois de ter percebido quais as prioridades a sublinhar no trabalho com a minha direcção de turma, tenho procurado levar a cabo um conjunto de actividades/tarefas/iniciativas com o 6E tendo como principal objectivo que eles funcionassem cada vez mais como grupo em trabalho colaborativo, participativo, no respeito pela diferença e na procura da melhoria individual. Essas actividades/tarefas/iniciativas têm-se pautado pelas mais diversas abordagens… não irei gastar aqui linhas a enumerá-las… no entanto a minha preocupação, para além do óbvio sucesso escolar, tem sido tentar que eles percebam a importância da auto e hetero crítica construtiva, a importância de analisar o ambiente que nos rodeia, de perceber as implicações de contexto, de estabelecer constantemente aspectos individuais a melhorar ou reforçar e da fulcral necessidade de fazer-se a apologia do trabalho árduo e esforço dedicado na superação das dificuldades/objectivos…

.

Até agora fui pensando que muitas das horas passadas nestas andanças pouco resultado visível tinham. Até hoje!

.

Estava quase na hora da abaladiça depois de mais um dia de aulas… fazendo tempo para que as 18.30 chegassem para poder ir buscar o meu garoto ao infantário e levá-lo para o karate [com ele adora aquilo… aliás foi por causa do karate que o meu filho fixou os primeiros dias da semana… terças e quintas… e não falha]. Estava já de mala aviada quando ouvi, em passagem pela sala de DT’s, três colegas falando sobre a minha DT – naqueles pequenos balanços diários comuns – . Chamaram-me… após alguns minutos de conversa uma das professoras da minha DT disse então esta, para mim, preciosa pérola:

– Sabes, não sei o que tens andando a fazer com eles… mas nos últimos tempos tenho sentido que eles andam diferentes… mais…. mais – procurava a palavra mais apropriada e num rasgo de assertividade disse –  estão mais reflexivos!

e continuou durante mais alguns minutos… dando exemplos concretos e sublinhando o crescimento cognitivo dos gaiatos… explicando o porquê de ter escolhido aquela palavra…

.

sinceramente… pouco mais ouvi depois de ‘reflexivos’… na minha cabeça só ecoava a ideia de que afinal

.

tem valido a pena…

.

.

Posted in a despropósito, desabafos, Diário de Bordo | Leave a Comment »

Diário de Bordo – Dos garotos e seus momentos

Posted by LMML em Abril 14, 2008

.

14.Abril.2008 – Segunda-Feira – 23.40 h.

.

.

.

Há já muito tempo que não adicionava texto ao Diário de Bordo do LdP [mais precisamente desde 4 de Novembro de 2007]. E, no entanto, não tenho tido falta de assunto para o fazer. Estes primeiros meses de 2008 têm sido prolíficos no que ao Ensino/Escola diz respeito. Relativamente a tudo o que tem sido dito, escrito e filmado ultimamente, a propósito do novo Estatuto do Aluno, do novo processo de Avaliação de Desempenho de Professores, do novo Regime de Autonomia e Gestão Escolar, das alterações legais para o trabalho a desenvolver com os alunos com Necessidades Educativas Especiais, sobre a indisciplina e violência nas Escolas etc, etc… muito teria para dizer. Aliás tenho-o feito em espaços que não este, por entender que o LdP não é o local mais apropriado e que devo fazer um esforço em manter estanque as questões laborais/profissionais da minha actividade didáctica… mas não resisto a um desabafo: apesar de tudo vivemos um momento de redefinição da Escola Pública… o que queremos que ela seja, que desígnios deverá ela cumprir… e o pior que poderemos é fazer é não participar nessa discussão ouvindo e fazendo ouvir a nossa opinião. Encostar o corpo à parede… deixando a caravana passar, para depois diligentemente arrastarmo-nos atrás da última carroça dando pulos e saltos para apanhar a última boleia que passa não será, seguramente, a atitude mais correcta a tomar. Mas adiante…

.

Dia 2 de Abril – reunião com os encarregados de educação da minha direcção de turma. Final de uma quarta-feira… cansativa para a maior parte dos Pais… transparecia nos seus semblantes e andar pesado. Ainda assim cerca de 85% de comparência… e dos que não vieram (4 ou 5) três deles manifestaram a sua impossibilidade e marcámos encontro para outro dia. Abordámos uma série de questões que se prendiam com a actividade desenvolvida pela turma ao longo do 2º Período, mais os ‘temas obrigatórios’ de balanço do desempenho e comportamento escolares dos catraios. Apesar de uma recuperação aparentemente significativa quanto ao desempenho escolar (de 10 alunos em situação de retenção no 1º período, são agora 6) a verdade é que o total de níveis negativos atribuídos a todas as áreas curriculares manteve-se sensivelmente dentro dos mesmos valores do 1º período…. i.e. bastante elevado… principalmente a disciplinas nucleares como LP ou Mat. E uma boa parte desses níveis negativos a dever-se a um factor comum: comportamento irregular com uma taxa de permanência de atenção/concentração/trabalho reduzida. E não foi por falta de esforço dos professores… nem do Director de Turma… o que eu me tenho esfalfado. Mas ainda vão havendo boas notícias… com alguns alunos da turma a registarem francas melhorias, a participarem activamente em actividades extra-curriculares organizadas pela Escola e com a presença de alguns deles em iniciativas inter-escolas em representação da Escola, depois de passadas as fases de eliminatórias: Super T Matik Inglês, Desporto Escolar, Super T Matik Matemática, etc..

No entanto, devido ao cenário carregado de poucas promissoras nuvens alinhavámos (EE’s e eu) estratégias: por sugestão minha irei reunir individualmente com cada um dos alunos ao longo das primeiras 2 semanas do 3º período de modo a ajudá-los a fazer um balanço entre o 1º e 2º períodos… identificando aspectos passíveis de serem melhorados/reforçados e dando reforço positivo pelas melhorias alcançadas… tentando depois estabelecer para cada um deles um conjunto de objectivos a alcançar nestas cerca de 10 semanas que faltam para o final do ano lectivo; por acordo entre Pais e DT, a meio do 3º Período iremos reunir Encarregados de Educação, Alunos, Director de Turma e, dependendo das circunstâncias, outros professores da turma, tendo como objectivo fazermos um ponto da situação e podermos salvar o que ainda poderá ser salvo. Veremos!

Algumas questões colocadas pelos Pais, às quais procurei responder da melhor forma possível. Das questões colocadas uma houve que me pareceu bastante pertinente. Aliás… questão essa que logo no início do ano coloquei em sede de reunião de Departamento… acabadinho de chegar a uma nova escola e ainda com as malas a tiracolo: Havendo critérios de avaliação definidos em cada um dos departamentos curriculares, qual será a ponderação a atribuir a cada um desses critérios e que peso cada um deles assumirá na avaliação final? Questão que espero voltar a ser abordada em Conselho Pedagógico.

.

Entretanto já passaram cerca de duas semanas desde o início do 3º Período. A Estudo Acompanhado lá vamos tentando prepará-los para as provas de aferição de Mat. e LP que se realizarão durante o mês de Maio. Já começámos com a prova de LP (utilizando a de 2006 como base de trabalho), tentando alertá-los para aspectos que deverão levar em linha de conta aquando da realização da prova, sublinhando aqui e ali pontos determinantes para uma eficiente compreensão do texto e correcção nas respostas dadas e exercícios feitos. Para a grande maioria deles creio que este tipo de trabalho acaba por ser uma enorme mais valia… outros… preferem continuar com as prioridades trocadas… mas não são maus miúdos, pelo contrário… caíram-me no goto! Mas por vezes… que raio… não haverá maneira de eles perceberem que o seu hoje determinará significativamente o seu amanhã? Depois de LP virá a de Matemática.

.

A Formação Cívica continuamos com as tarefas semanais: depois da recolha de citações que eles considerassem interessantes, da apresentação do seu livro preferido, da análise à publicidade televisiva, da selecção/análise de notícias da imprensa escrita… na passada sexta-feira, a pares ou individualmente, fizeram uma apresentação oral do tema/palavra que lhes calhou em sorte (confesso que viciei o sorteio… eles mais tarde perceberam-no quando verificaram que alguns dos temas/palavras encaixavam na perfeição com os alunos que os deveriam apresentar/defender): humor, respeito, aprender, ensinar, ler, fome, verdade, mentira, tentar, oportunidade, vencer foram alguns dos temas/palavras escolhidos. Conceitos aparentemente simples mas que alguns deles tiveram o devido cuidado de preparar e estender. Algumas das intervenções deram azo a saudável discussão e defesa de argumentos… afinal era isso que pretendia. Foi interessante ouvi-los… e ver como os outros os ouviam. Os 45 minutos de Formação Cívica acabaram por se revelar insuficientes e dado o sucesso da iniciativa acabei por queimar um pouco da aula seguinte (inglês) com a conclusão de todas as apresentações. Surpreendem-me por vezes os gaiatos. Fiquei deliciado… claro está que depois ao final do dia o caldo voltou a azedar-se a Área Projecto… onde alguns deles teimam em não perceber o papel/responsabilidade que lhes cabe na concretização da nossa tarefa sobre os hábitos de alimentação saudável.

.

Mais do que fases… os garotos têm momentos… e eu lá me vou tentando adaptar… verborreico e intransigente por vezes… silencioso e permissivo por outras… tentando levá-los sempre por boa maré ao bom porto.

.

.

Posted in Diário de Bordo | 2 Comments »

Dário de Bordo- Onde pára o descanso?

Posted by LMML em Outubro 26, 2007

Quem disse que com o fim-de-semana vem o descanso?os coristas

Estou nos primeiros minutos de Sábado e ainda ando aqui às voltas com o LdP. Por vezes sinto que estou demasiado preso ao blogue… e que invisto demasiado tempo [demasiado] na sua manutenção e actualização. Nas alturas de maior desgaste surge a inevitável pergunta: será que valerá a pena?… por enquanto ainda me vou respondendo que sim… que vale!

Adicionei mais algumas funcionalidades ao Livre.do.Ponto. As mais visíveis serão: a caixa de chat [coluna da esquerda, no topo] que permitirá às visitas trocarem impressões em tempo real [veremos no que dá] e o mapa com a localização marcada da Escola Álvaro Velho. Não sei se serão de manter… muito do que aqui tenho feito passa sempre por uma fase de teste, de modo a confirmar se traz de facto uma mais valia ao blogue ou se apenas serve para encher ecran. Estão, pois, oficialmente em teste.

.

Voltando uns dias atrás recordo a reunião com os EE, tida na quarta-feira passada. As minhas suspeitas confirmaram-se… a grande maioria dos EE compareceu à reunião… e mostraram-se bastante interessados e alguns deles saudavelmente participativos: questionando, opiniando, criticando, argumentando… fiquei extremamente satisfeito. Quanto a mim, tentei fazer o melhor que esteve ao meu alcance. Procurando ser claro e conciso da transmissão das informações e no esclarecimento das dúvidas, tentando que ninguém dali saísse com alguma coisa por dizer ou por saber… cheguei a casa perto das 21 horas… família à espera para jantar… e, cansados mas satisfeitos, lá retemperamos as forças colocando a conversa em dia, fazendo as contas dos débitos e créditos do dia findo.

.

Hoje, na aula de Área Projecto terminei de ver o filme “Os Coristas” com a minha DT. Utilizamos o filme como ponto de partida para os mini-projectos que irão ser elaborados pelos grupos [ tema aglutinador: a violência escolar ]. O filme é excelente… de produção francesa, candidato a Oscar para melhor filme estrangeiro no ano de 2004, surpreendeu-me pela positiva quando vi pela primeira vez. O debate que se seguiu foi vivo e participado. Apesar de alguns deles não terem feito qualquer intervenção, a grande maioria revelou vontade em dar a sua opinião quanto ao que tinha acabado de ver… desembocamos em questões extremamente pertinentes, directa e/ou indirectamente ligadas ao acto educativo… à forma de aprender e, consequentemente, de ensinar! Se esquecermos um ou outro aviso que teve de ser feito para aziguar as hostes ansiosas e naturalmente excitadas… acabou por ser uma aula interessante [digo eu].

.

Para este fim-de-semana irei preparar um post do LdP para auxiliar a turma do 6E que irá ter uma ficha de avaliação de conhecimentos durante a próxima semana. Prometi-lhes que iria mencionar qual os conteúdos abordados na ficha [embora já o tivesse dito na aula] bem como indicar alguns links onde poderão praticar as aprendizagens adquiridas. Já começa a tornar-se um hábito para eles [ainda que diminuto] as referências e utilização do LdP… só ainda não os consegui tornar mais activos na participação escrita aqui no blogue [daí ter decidido incluir a LdP Chat, para quebrar o gelo]… com o tempo lá chegaremos!

.

.

Posted in desabafos, Diário de Bordo | Leave a Comment »